Fheluany Nogueira
Literatura e Emoção
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


 
 Perdas
 
Perdi o tempo,
perdi o espaço,
perdi o nome,
perdi a graça,
perdi o sono,
perdi a pele,
perdi as carnes,
perdi os ossos...
 
Perdi os mínimos,
perdi a medula,
perdi o sol,
perdi a contextura...
 
E, de tanta ausência,
de tanto nada,
de tanto vago,
de tanto só,
caí do pedestal.
 
Assim, fiz minha figura,
fiz-me ao meu dissabor e incoerência,
à minha ânsia e incompetência...
Um ser de nada, um ser sem nada.
Isto sou eu!
 
E me satisfaço...


Fheluany Nogueira
Enviado por Fheluany Nogueira em 07/08/2019
Alterado em 07/08/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários