Fheluany Nogueira
Literatura e Emoção
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Sua vinda 
 
O tempo está aqui... posso senti-lo, apalpá-lo. 
Acena-me um futuro imprevisto, 
Enchi-me de vozes e música! 
Sigo transformada em luz! 
 
Sinto que me aproximo de mim... 
Antes... fazia solidão, fazia dor; 
Era a brusca realidade doída. 
Ou era eu que não aceitava destinos. 
 
Depois do susto, liberto-me dos abismos, 
Pronta para viver as curvas do sonho, 
Pronta para ultrapassar as cordas do pranto 
E penetrar docemente por fundos caminhos... 
 
Você aqui está, em todos os vãos, 
Pleno, único, móbil, a pungir-me... 
Ora, como é possível não amar? 
E eu o chamo homem e você me chama mulher! 


Fheluany Nogueira
Enviado por Fheluany Nogueira em 29/07/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários