Fheluany Nogueira
Literatura e Emoção
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


         
        Amarras

 


Por que me sinto assim tão só?
O coração que se parte em dor,
Alegrias trituradas em mó,
Eu sufocado em torpor,
 

Eu e você, não somos mais nós?
Almas que se premem entre nós?
 

Na garganta se prende um nó.
Nó-cego lento de desatar,
Maltratando o amor sem dó!
Deste nó é preciso nos livrar.
 

Que a corda se desfaça em pó,
Que o amor se fortaleça em nós,
Que a música se construa em dós,
Que se desate o danoso nó...
 

Fheluany Nogueira
Enviado por Fheluany Nogueira em 17/10/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários