Fheluany Nogueira
Literatura e Emoção
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



O esbarrão
 
O esbarrão, pote espatifado. A moça se desculpando. Saias excessivamente justas não lhe permitiam socorrer o rapaz, que juntava o material no chão.
— Que é isto? Por que tanta aflição? —ela minimizando o acidente.
— Cinzas de meu pai. Não é na rodoviária que ele pediu para espalhar...
 
 
 
Bem mandado
 
Era a hora do impossível, indicavam os ponteiros.
— Sou macho, ninguém me domina!
 Antes, porém do abandono, quando o álcool chega à ternura e os olhos se crucificam em todos os pontos vagos, somando disparates, a esposa surgiu à porta do bar:
—Edson, para casa!
Tô saindo, meu bem!
 
 

A MEDALHA

Na rua, o rapaz abordou a mulher:
— Sou o motoqueiro que a assaltou. Vim lhe devolver a medalha de Nossa Senhora.  Deve ter muita fé para andar com ela no pescoço.
— Como assim?
— É que em dinheiro, não vale nada!


 
 Problemas entre Idosos
 
Em uma festa, com minha mãe, de 86 anos, suspirei e comentei com meu tio, de 94:
        — Ela comeu somente o brigadeiro! Uns dez...
Ele balançou a cabeça, solidário, e alertou:
— Você vai ter problemas quando ela ficar velha, açúcar não é bom no organismo...
 
 
 
O Segredo
 
No condomínio, um dos moradores repreende o porteiro:
— Você está louco? Conversando com o elevador!?
— Mas o senhor me viu falando com o elevador?
— Bem... Ver, não vi... Ele que me contou e pediu segredo!!!!!





 

 
Fheluany Nogueira
Enviado por Fheluany Nogueira em 25/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários