Fheluany Nogueira
Literatura e Emoção
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


 
Metamorfose

 
               O menino cortou a lagarta pelo meio, guardou no vidrinho. O vidrinho de lagartas, o canivete, um banco de jardim, a tarde. Eu também já apanhei lagartas, tardes doces com como essa, fincava-lhes um pauzinho e ficava ouvindo o barulho... As sensações vão me invadindo, sofro com a precariedade de tudo.
 
               Haverá menos borboletas naquela praça...


Fheluany Nogueira
Enviado por Fheluany Nogueira em 12/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários