Fheluany Nogueira
Literatura e Emoção
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


 
Desnatureza

 
            Cinco hectares — dá pra plantar sacos de arroz e de feijão, muito milho ou mandioca. Só escuto sobre a derrubada, com a motosserra na mão, mais de mil árvores: castanheiro, andirobeira, cedro, pequizeiro, mogno, os gigantes da mata. Árvores que levam anos e anos para medrar e que se gastam dias para derrubar com machado...

          Os dois, sozinhos cortam tudo com a máquina. Tudo numa hora, num minuto, uma desnatureza. Um crime contra a vida. Pior mesmo que roubar, que matar, que ser subversivo. Essa prole do compadre...  Ele que deu, talvez, o mau exemplo. Esse meu compadre é que cultivou no sangue a traição,  que os filhos iam cometer mais tarde contra a natureza.

 
          A população aumenta... A água está escassa... No meio da mata a roça não vinga...

 
Fheluany Nogueira
Enviado por Fheluany Nogueira em 06/06/2017
Alterado em 17/10/2018
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários