Fheluany Nogueira
Literatura e Emoção
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos




O Engodo dos Caniços
 
                       
                         Os meninos descobriram os peixes, depois do verde, na água contida do açude. Estavam à espera: por isso bastava o roçar dos anzóis nas águas clamantes e o peso dos peixes era o peso da vida.

               Bocas escancaradas buscavam a isca; a linha zumbia recortando a água em múltiplas figuras. Eles vinham famintos de morte, em doida corrida; compunham a imensa flor de carne da fieira repuxante. Os botões das flores eram os olhos apagados dos peixes.

            A água ia ficando cada vez mais triste, mais funda, embora despojada do mistério.

           Jantar garantido...



 
Fheluany Nogueira
Enviado por Fheluany Nogueira em 01/02/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários